Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Chorar ao tentar sorrir.

De tanto amar acho que a passarela se agita quando ouve o apito do meu coração. Ele sempre está se contorcendo. Metade quer ir embora, metade quer ficar e chorar. Tentei mudar de figura, mudei a face, mas não tem como mudar as fases do coração e esse nasceu para balançar, se apaixonar, sofrer, chorar, mas também fita ser feliz. Nunca tive muita sorte no amor, talvez, seja a imensa dor do passado que atrapalhe com quem esteja ao meu lado, ou, quem sabe, a pessoa não se faz merecedora do meu amor. Não me julgo o melhor, mas sei que fico à frente dos piores. Tenho carências insaciáveis e preciso de um colo, de um afago em meu cabelo, ou de um beijo em minha nuca com algumas intenções.

Oh, minha linda Maria, volte até aqui e me faz feliz, sei que podemos sorrir e fazer tudo do jeito como você sempre quis. A lua está brilhando pra você, ela espera para o nosso amor amadurecer e, assim, fortalecermos os elos entre nos. Na chama da fogueira vejo a gente se beijando. Como um cigano tenho andado por aí. Faço fogueiras, tento solucionar casos amorosos...Mas, por favor, vamos deixar aqueles assuntos dolorosos sobre o meu passado para trás. ‘Ce sabe bem que tudo que tentei foi te fazer feliz e nunca pensei em te ferir. Isso – o amor - me faz chorar e foi feito pra sorrir.

Lagos.

18 comentários:

  1. O amor nos traz uma inspiração incrível! Como são doces tuas palavras!
    Bjos no teu coração Carlo

    ResponderExcluir
  2. A Maria vai voltar, depois de um pedido assim, né?
    Tem que!

    Beijo, moço

    ResponderExcluir
  3. muito lindoooo!
    É incrível como várias coisas que são feitas pra sorrir só nos fazem chorar....

    bjaoo ;*

    ResponderExcluir
  4. O amor é assim mesmo. É belo, sem dúvida, nos corteja, nos assedia, nos vitima em sorrisos, palavras, afagos carinhos, mas também em lágrimas. Vinícius de Moraes dizia que "... a vida só se dá pra quem se deu, para quem amou, para quem chorou, para quem sofreu... quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada não...". Embora, ele tenha aí, falado de paixão, que é sentimento este bem distinto do amor, assim penso, as suas palavras são aplicáveis ao amor. Que ele não cause tanta dor aos corações de quem a ele se entregam.

    Belo texto, como os demais.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Ah, o amor. Ele anda sempre por aqui. Já sei onde encontrar. rs

    Saudades Carlo,
    suas e do Chico ;)

    Ah, você não me aporrinha, visse?
    Um beiiijo.

    ResponderExcluir
  6. Ahh obrigada pela retribuição da visita.
    Estou seguindo vc e já entrei na comunidade.
    Só falta te add no msn. Vou entrar agora.

    Abraços.
    Gostei de tuas palavras aqui.
    São belas, profundas e me encanta.

    ResponderExcluir
  7. Não temos como mudar a forma de amar, e chorar é um risco que se corre...
    Gostaria de saber o que possui esse passado que tanto preocupa.
    Já te adicionei, precisava saber em que horas mais ou menos costuma estar online.
    Continuarei te seguindo do Sentimento Padrão.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  8. Sem palavras. Só um fato: Amei o texto.

    Ainda não conhecia aqui, gostei.

    Abç

    ResponderExcluir
  9. Mais uma vez passando por aqui, vim pra agradecer a visita lá no blog :) E, é claro, ler e me emocionar, e adorar o que você escreve.
    E adorei a comunidade no orkut tbém, já estou lá.
    Abraços incontáveis 2

    ResponderExcluir
  10. Lagos, mais uma vez venho aqui ler meus sentimentos escritos por você... Esse amor grandioso e verdadeiro, essa necessário presença que toma ares de saudade... Ah, meu caro, eu não escreveria nada tão lindo e verdadeiro.

    Abraços!

    P.S.: Escrevo algo a você, estará lá, em seu e-mail.

    ResponderExcluir
  11. Oi Carlo!
    Desculpe minha ausência...

    Amores que passam, eu acredito que não sejam amores. É por isso que às vezes eu penso em como seria fácil viver sem amar. Sem o amor que deseja, que têm carência. A vida seria bem mais simples e cheia de sorrisos.

    Ultimamente tenho pensado no que você me disse que achava que eu conseguiria escrever bem sobre amor (foi isso o que eu entendi do seu comentário em "Jogada de Mestre). Mas acho que eu só consigo fazer isso bem feito se estiver achando que gosto de alguém... Já aconteceu um tempo atrás, mas no momento, não tenho inspiração...


    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. acho lindo esse sentimento que vive com vocÊ :*

    ResponderExcluir
  13. o amor me faz chorar mais foi feito p sorrir *-------*

    sou apaixonada com tudoo oq vc escreve ;

    beijo

    ResponderExcluir
  14. É complicado quando o amor nos faz chorar, é errado..
    as vezes o passado é cruel.. o meu me condena seriamente haha
    seus textos me permitem um milhao de interpretações, nunca sei oque dizer, mais quero que vc saiba que são só elogios.. mto bom mesmo..

    ah e obrigada pelo carinho :D
    bjs

    ResponderExcluir
  15. A descrição sobre como fica o coração nessas horas foi perfeita. Senti tudo isso enquanto lia o texto, me deu um aperto enorme.

    Seguir é a solução... Não tem jeito mesmo, neh?

    Um beijo enorme e carinhoso pra vc, Carlo.

    ResponderExcluir
  16. Carlo!!!

    Que sentimento bonito de entrega total, misturados com uma dor aguda que invade a alma....


    Ah, o amor... que tantas vezes nos faz abrir um sorriso e outras vezes nos faz derramar um oceano de lágrimas!!!

    Parabéns amigo!!!
    Impecável, como sempre!!
    beijos

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.