Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Empty.

Vazio?

É...às vezes maltrata, nos faz perder o tino, mas o nosso destino não depende do vazio que, por muitas vezes, abriga em nossas almas e corações, nosso destino só pede que estejamos sempre sorrindo e abrindo os potes dos sentimentos para termos sempre a felicidade presente em todos os momentos. Quanto mais as horas passam, mais a saudade aperta, mais necessidade daquela pessoa se faz presente e o nosso presente é contagiado e, de uma forma bem lentinha, somos tomados por uma nostalgia....Uma nostalgia gostosa de ser sentida e doce de ser vivida.

Par perfeito? Ah, meu bem, ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa. Antes de se apaixonar irás ver somente o que o seu íntimo não quer aceitar, após se apaixonar – risos – irá ver somente o que o seu coração mandar. O tempo passou, as estações mudaram, alguns amigos voltaram, mas muitas pessoas voaram se ter destino certo. Em meio ao meu acanhamento, eu me pergunto: te esqueço, ou te espero? (silêncio)...Vou enlouquecer se passar mais um dia sem você aqui nestas tardes de inverno.

"quem vai decidir por nós dois?"

Lagos.

22 comentários:

  1. Ah querido desculpa a ausencia.
    E seu texto esta muito bonito e tao intenso, ja me senti assim! Beijoos com carinho.

    ResponderExcluir
  2. Ah querido desculpa a ausencia.
    E seu texto esta muito bonito e tao intenso, ja me senti assim! Beijoos com carinho.

    ResponderExcluir
  3. Carlo, texto lindo, de verdade.
    Quando nos apaixonamos realmente não vemos defeitos no objeto da paixão.


    Mas com a chegada (se chegar) do amor, acho que muda um pouco.
    Aprendemos a relevar os defeitos, ou a conviver melhor com eles.
    Amar é melhor.
    Porque é um eterno aprender.

    ResponderExcluir
  4. Perfeito. *-*
    Era tudo o que eu precisava ler.

    Adoro o seu jeito de escrever! ;)

    um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Principalmente quando quem queremos está tão longe...sem perspectiva de voltar, mas também te querendo e te desejando cada dia mais.Não é uma simples saudade geográfica.É a saudade do não saber.Não saber se está bem, se está fazendo as mesmas coisas sem você e ,principalmente, se ainda faz as coisas do mesmo jeio que fazia quando estavam juntos.
    Ai, saudade!!!!!

    Apaixonante texto!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Estava lendo o seu texto, e quando cheguei neste ponto "Em meio ao meu acanhamento, eu me pergunto: te esqueço, ou te espero? (silêncio)..." fiz mesmo o silêncio, fechei os olhos e suspirei fundo... Conheço bem este pensamento.

    Amar demais tem disso.

    Lindo, Carlo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. A falta e saudade da pessoa amada machucam, dói muito..e o estar perto nos faz um bem danado!
    Que lindo texto Carlo!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. A saudade é uma dor aguda que martela no peito!!!


    Carlo seus textos sempre transmitem uma emoção fora do comum!!!

    adoro-te abraço

    ResponderExcluir
  9. "ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa".

    Vejamos... Shakespeare por aqui, não é mesmo? rs Está mt chique, Carlo!

    Mais uma vez brilhante.

    beijos ; *

    ResponderExcluir
  10. Tanto tempo sem vir aqui, e quando chego me deparo com um texto lindo desses! Você transmite suas emoções muito bem! beijão

    ResponderExcluir
  11. Me sinto assim... Bem mais do que gostaria!

    ResponderExcluir
  12. primeira vez que venho aqui.. e já é o suficiente para eu me apaixonar!
    que textos incríveis..

    com certeza isso aqui será sempre visitado e comentado por mim.
    parabens!

    ResponderExcluir
  13. o próximo instante, é quase lá. quem decide é sempre o acaso.


    beijo!

    ResponderExcluir
  14. Maltrata mesmo esse vazio, nós aqui tão cheios de corações dispostos e sem ter aquele alguém por aqui, aquele alguém que faça ele pulsar com vontade, com sede de circulação, sede de fazer o corpo inteiro sentir que o mundo é mesmo muito bom e a vida tá ai é pra ser vivida intensamente.
    Sinto falta das intensidades, optei então pelo exagero, farei do que é bom, porém pequeno, infinitamente grande pra exercitar esse meu coração que tá um tanto entediado com essa falta mãos tremento e de suor frio.

    Obrigada por me trazer tanta alegria assim, tão gratuitamente, por me fazer sorrir de manhã mesmo assim tão de longe. És muito importante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Enroladíssima por estas bandas e, infelizmente, não tive como te acompanhar nestes últimos dias. Mas cá estou eu, empolgadíssima para ler até o último texto lido, rsrs.

    Esse texto reflete muito a condição da paixão. A condição da dúvida pelo que lutar, pelo que esperar...

    E o pior, a solidão que atormenta quem ama alguém que não está mais conosco.

    beijossssss!

    ResponderExcluir
  16. Amigo passei por aqui novamente para reler esse texto maravilhoso...
    me identifiquei com cada linha, com cada sentimento!!!


    Tenha um lindo final de semana!!!

    Cuide-se!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Nossa que perfeição o perfeito,ne? O par perfeito! Bom, acredito q apaixonamos pelo que o outro ainda não é. Belas palavras, belo texto.
    Beijos.
    Fé.

    ResponderExcluir
  18. - É continua escrevendo perfeitamente, gostei muito desse, não sei ao certo o porque desse em especial, se todos aqui me encantam, mas essa incógnita de amor que você tenta passar, é lindo é perfeito, tudo que você escreve se defini assim.

    Continuo mesmo longe por perto, meu amigo ;) .

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito do texto. Às vezes o vazio pode ser preenchido tão facilmente e não percebemos, mas quando percebemos tarde demais é triste. Será que existe mesmo um "tarde demais"?

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.