Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Teu menino bobo.

Tenho a sensação que o encontro de nossas línguas seria algo bem agridoce. De muito melado já nos basta os sentimentos que trazemos em nossos corações. Chorar? Só se for de alegria. Sendo teu menino encantado eu não quero ser teu amigo vilão, tampouco, teu companheiro na contramão da estrada que é a vida. Eu já sinto saudades da tua voz, do teu jeito meio de me mimar. Eu fico delirando, misturando as nuvens dentro de mim mesmo com a tua forma de me respeitar como um homem que pode te fazer feliz e ao mesmo tempo, todo dia, me mimando como um neném. Eu quero tudo ao teu lado. Desde cantarmos los hermanos na beira do mar, até andarmos entre as curvas de nós mesmos. Olha, não conte a ninguém: chorei ontem, após desligarmos. Oitenta e sete minutos te enamorando não foram suficientes, a vontade era de trocar isso por cinco minutos abraçado com você, em meu ser.

Por enquanto, te encontro somente em mim, em minha cama onde sonho todas as noites, de onde te ligo todo amanhecer para lhe desejar um excelente dia. Quero te dar de presente todas as manhãs alegres. Pássaros cantando, teu olhar dócil pedindo mais um tempinho de sono com aquele olhar pidão que tens. Ai, minha Mãe Oxum, a Senhora não brinca mesmo em serviço: eu estava na minha, quieto, sem desejar mal a muita gente, sem praticar o bem pra sentir os músculos e, de repente, me surge essa paixão por tal pessoa. É sempre bom. Melhor ainda por se tratar de você, minha cara, que sabe cuidar de um coração. Minha fluoxetina ficou por conta de pelo menos ouvir tua respiração. Hoje, o dia está bem carregado. Nuvens bem densas, escuras, e nada brilha mais que o meu sorriso. Escuro lá fora, iluminado dentro de mim, por ti.

Vamos, lado à lado, como dois pequeninos gigantes em busca do amor. Não me retenho mesmo ficando triste por tua sogra te agradar com incensos. Tanto ela quanto ele não poderiam te fazer quão bem eu posso. Pretensioso seria eu, né? Não, apaixonado por você. Autoconfiante que você sabe me entender sem me dar bofetadas. Eu não sei o que fazer para transformar você em minha realidade, ou eu ser o teu futuro – mesmo que seja transformado no que te agrada no escuro da noite, mas eu sei que entre as cores do arco-íris eu vou te encontrar. Em meus sonhos você é real. Em vida você é o meu único pensamento. Lembra da conversa de ontem, de madrugada? Sono. Confidências. Vergonhas. Corações palpitando e a vontade de te afagar até sonhares com tudo que lhe deixa em paz. Eu só queria te dizer, mesmo de longe, que a minha conversa com você é bem incomum, é melhor. Me dá um medo tão grande de te perder, estranho, né, perder o que não se tem. Te juro que vou tentar lhe ver somente como amiga,- como respeito- o tempo vai me arrastar por tal atitude e não arredarei. Muitos vão achar que estarei fazendo papel de palhaço, animando o circo alheio. Confesso ter tal receio, mas, como sempre nos dizemos: “tem que falar, se expor”.Vão me chamar de louco e direi que loucura é não poder viver ao teu lado, ser teu companheiro tão merecido e sonhado. Quero leves doses do seu amor que me muito me prende e faz eu brigar comigo mesmo, me conter para não te ligar toda madrugada sussurrando palavras que te traga pra perto de mim.

''Eu, você, nós dois
Já temos um passado, meu amor
Um violão guardado
Aquela flor
''

Carlo Lagos.

5 comentários:

  1. Gostei muito, mesmo. E é mesmo complicado esse negócio de se apaixonar né? E rende textos belíssimos!

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus! Que texto lindo, sensível... apaixonado. O sonho de toda mulher é ler palavras tão lindas e sobretudo, inspiradas nela!

    Você é Dez!!!!

    (suspirando!)

    ResponderExcluir
  3. isso é história d eamor...

    Ah, eterno Carlo Lagos, sempre com sofrimento exposto,mas, se souberem te ver muito bem, verão que o teu coração ainda é mais exposto.

    Ainda sinto saudades de depois de um dia cansada, encostar em teu peito,sentir teus pêlos com o teu eterno Bvlgari (espero que ainda use-o. Deve)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns por expressar com tanta alma estes teus inspiradores sentimentos, é raro ver tamanha expressão de amor de um homem, achei belíssimo!

    Beijos e um Feliz Ano Novo!!!

    ResponderExcluir
  5. Oiiii!
    Adorei o seu blog!!!!
    Parabéns!!
    Se quiser conhecer o meu é : www.espiculaderodinha.blogspot.com
    Bjinhos!!!

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.