Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Talvez um dia...voltar a sorrir.

Eu preciso me mudar.....um novo lugar...um lugar em meio ao nada, sabe, um lugar que se for possível não tenha nenhuma calçada, assim, certamente não terei a chance de esbarrar com você por lá. Vou chorar, vou pensar em tentar voltar o tempo, mas o lamento que vai me angustiar não vai me deixar fraquejar, não me deixará ao menos pensar que é ao seu lado o meu lugar. Colhi todas as flores of the morning. Senti a brisa encostar em minha pele como aquele seu toque carinhoso e cauteloso ao amanhecer. Senti falta de você. Senti vontade de saber como estás a viver sem saber que vou aparecer. I just need more time, era só isso que eu lhe dizia e você sorria...Zombando, dizia que eu nunca ia mudar e hoje estou sentindo que estava errada, que a mesma mulher que um dia se sentiu a melhor entre todas, se sente uma mulher desejada por muitos, muitos sacanas que só querem terminar a noite contigo na cama.

Talvez um dia você me encontre fazendo súplicas para que você retorne, mas que eu não torne a derramar uma lágrima enquanto você pensa que sabe amar. Amar um homem não é como ter um animal de estimação...Eu também preciso de atenção, merda. Eu sei que amar uma mulher não é como escolher um talher, não é como escolher se vai querer um garfo ou uma colher, uma mulher precisa de carinho, atenção e que nunca ignore todos os seus dramas-de-solidão-existencial, menos mal que eu nunca ignorei e sempre te amei. Ainda tenho os búzios do nosso amor guardado, ainda sinto você ao meu lado quando respiro mais forte...não é o vento vindo do Norte que traz você pra mim e sim, a sorte que quer voltar a sorrir.

Lagos.

16 comentários:

  1. Carlo

    A ausência de alguém que amamos é como um vento forte levando tudo o que ainda resta dentro da gente.

    Se preciso for, suplique, encontre forças e alivie sua dor!!

    Um beijo amigo, cuide-se

    ResponderExcluir
  2. Realmente muito lindo.

    Gosto quando o ser humano trata do seu lado forte x fraco... Do seu lado que dá felicidade, mas que no momento não está porque falta uma metade.
    A metade que dá alegria, que dá prazer... A metade que dá e recebe o amor. E é o próprio que pode causar isso.

    Belíssimo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. A saudade aperta o peito que só ela...

    Obrigada pelas palavras lá no blog, sigificaram muito, Carlo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. O final foi incrível. Bela escolha de palavras.

    ResponderExcluir
  5. A mudança é necessária.


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  6. Parece que me descreve nas primeiras palavras

    ResponderExcluir
  7. Exatamente Carlo,
    uma mulher quer alguém para completá-la em crises de exitência, para aturá-la durante a TPM e escutá-la nos momentos de melancolia.
    Saber amar é saber viver ao lado de uma metade!

    abraços

    ResponderExcluir
  8. E como é difícil amar! O amor que exige tanto. Ou talvez não exija nada, talvez precise apenas existir.
    Muito bonito o teu texto. Denso também. É liquido grosso de saudade.

    :*

    ResponderExcluir
  9. Que lindo!

    Às vezes as mulheres, por se deixarem iludir demais com alguns, esquecem que outros homens também amam...

    Lindo mesmo.
    um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Belas palavras rapaz.

    Tens um jeito ímpar de escrever!

    Beijos doces.

    ResponderExcluir
  11. os sentimentos que temos são tão complexos que necessitamos de pessoas que saibam nos completar e suprir nossas necessidades; e essas pessoas precisam ser intensas conforme os anseios de cada um e não apenas superficias,ainda mais quando se fala de amor.

    belíssimas palavras.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. queria que todos soubessem que amar uma mulher não é como escolher um talher, pq parece que não sabem :S

    ResponderExcluir
  13. Que essa sorte sorria para todos nós!
    Belas palavras Carlo!
    Um abraço ;)

    ResponderExcluir
  14. Que a sorte sorria logo pra você meu Querido. E que a saudade não aperte tanto o teu peito. Que sua palavra continue bela ainda que triste.

    Um beijo,
    no coração!

    ResponderExcluir
  15. Bom não sou muito fã de contos amorosos e coisas do tipo, mas conseguiu me surpreender. Dessa vez eu gostei.
    Deve ser pelo fato de que gostei demais da forma com que você se expressa. Além de por vezes, rimar, você alterna o seu vocabulário; o que dá ao texto um ar mais humorado e tira um pouco dá tensão do sofrimento que você expressa. Você consegue deixar bem claro o que sente.
    Abç

    ResponderExcluir
  16. ainda se prende a parte atirada dos teus sentimentos mórbidos?
    é hora de se entregar,

    é hora de entregar o que nos resta!
    boa sorte.

    te adoro :)

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.