Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Today and tomorrow.

Confie em mim e, no final, a sua dor mais sentida será extinta e como resultado terás uma vida com alegria. Terás uma rosa nascendo tão forte quanto os seus sonhos. Ah, que belo seria lhe ter
aqui por mais um dia. Lembrei-me, agora, do nosso primeiro beijo. O peito dilacerando, as palavras faltando...Mão tremula, olhares cortando um ao outro, versos e melodias entre as respirações, lá fora um tempo desconhecido, entre nós, aqui dentro, além desse frio que vai do umbigo até a alma havia algo que nos acalmava. Havia as nossas línguas se laçando tão forte quanto um elo preste a ser rompido. Ah, meu amor amigo, tantas léguas hoje nos separam, mas saibas que na fila de todos os meus sentimentos ainda lembro do nosso beijo a cada manhã, a cada armadilha que caio sinto o seu raio de luz me iluminando, me mostrando que apesar de todos os meus defeitos perante nós, ainda tenho condições suficientes de nos fazer feliz também fora dos lençóis. Hoje é o mesmo de sempre, o estrago, o tudo de nada, os mendigos do amor ainda continuam a sentar em minha calçada. Nunca abrirei as portas para que eles façam parte de minha vida, por mais que esta algumas vezes seja dolorida.

Pelo pouco que percebo, temos qualidades que são carências existenciais em ambos e enquanto não lhe ver dando aquele sorriso que um dia me balançou pra tentar entender se eu lhe via somente como uma amiga eu não irei descansar. O que aconteceu que nos conhecemos num tempo errado, num tempo em que você sempre precisou de um namorado e eu de um olhar sedutor e cativante ao lado para me apaixonar. Essa diferença de tempos é que nos embaralhou e não tivemos sequer a oportunidade começarmos uma nova partida. Somente lhe causei uma ferida. Arrependo-me, muito. Não, não pense que lhe traí, eu nunca beijei ninguém enquanto te esperava chegar, eu nunca sequer me imaginei estar com alguém ao meu lado, pois ali sempre foi o seu lugar. Temos línguas e códigos internos que se comunicam sem ser necessário o usa das palavras. A prova disso é que a gente não conseguiu mais se encarar nos olhos.

As noites vêm caindo, assim como eu também já caí em tantas promessas de amor...Fui muito estúpido em não te dar toda atenção necessária, sei disso. Você sempre se preocupando, sempre evitando que eu tivesse uma overdose pelo constante uso de cocaína, e eu sentado olhando pro céu em cada esquina. Ah, meu doce anjo, nunca conheci uma dama tão encantadora quanto você. Hoje, ando só, talvez eu nem saiba pra onde irei, mas certamente nunca esquecerei de um coração como o seu e dos passos que deixei em cada lugar por onde andei. Já não estamos no mesmo mundo em que um dia vivemos, mas espere, em breve, tenho certeza que tocarei o seu rosto que é tão macio e delicado quanto o seus sentimentos, Emanuelle. Eu sempre te amei, me pergunto se te amo desde a primeira vez em que lhe vi e se sempre vou te amar...Meu único erro foi não saber demonstrar. No dia em que te liguei (09/02) pensei até em lhe dizer que preciso muito de você em minha vida, mas você tem um namoro e apesar de tudo eu não quero ser um tormento. Já basta eu ter sido um lamento! Mas, ainda sei que um dia poderei lhe dizer que te amo e tentar mostrar todos os meus sentimentos...Aguardo por este momento.

Ah, algo que nunca lhe confessei: eu também gostava de você e esperava uma chance para tentar lhe mostrar isso, mas a minha timidez sempre atrapalhou, mas o meu olhar que sempre desejou ser dono do seu amor - que por muitas vezes pode até ter sido cego em meio ao calor - , nunca negou.

Lagos.

21 comentários:

  1. Texto brilhante. Gostei muito de conhecer o seu blog.

    Voltarei outras vezes aqui.

    abraços


    Vou te linkar em meu blog.


    Hugo

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, Carlo!
    Mas nem é novidade, não é?

    Uma boa semana para voce

    =)

    ResponderExcluir
  3. Carlo!!!

    Nossa que texto maravilhoso, suas palavras são extremamente belas!!!


    Você sempre arrasa em tudo que escreve, tens um dom maravilhoso com as palavras!!!

    Adoro vc, beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. que tal mudar de amor pra autoconfiança.

    não se esqueça da nossa conversa !

    ResponderExcluir
  5. isso não é um texto somente... ah, é uma carta, uma declaração, uma confssão aberta e livre. como gosto dos textos e sentimentos teus. Que saudade de vir aqui, diariamente, religiosamente, quase que instintivamente.

    Saudade de conversar com vc e entender essas entrelinhas como quem conhece o amor...

    Gostei demais desse texto. A calma nervosa, aquele cheiro natural de pele sensível sabe...

    aah, e prometo, prometo mesmo, sentar com calma aqui, ler todos os outros retroativos. Prometo colocr créditos no celular. Prometo entrar na internet fins de semana.

    beijos.
    tenho que ir.
    tá na minha hora,


    Nivea Flor...
    ps: te amo.

    ResponderExcluir
  6. Ah, Carlo... O que dizer? Confesso que nem sei... é simplesmente lindo! De onde vem todo esse amor, hein?!

    Você escreve muito bem.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. A timidez sempre atrapalha, mais afinal os obstáculos é que fazem a vida interessante. E no final a timidez ja não é o que mais importa..

    abraços

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo texto. Gostei da escolha de palavras.

    ResponderExcluir
  9. Sempre que venho aqui me surpreendo , com o modo que escreves e expressa-te .
    Belíssimo , lindo , texto.
    se cuida ,
    vc é especial!

    ResponderExcluir
  10. A confiança: sentimento importante e necessário!

    beijos no teu coração Carlo!

    ResponderExcluir
  11. Sinceramente?
    Nunca li um texto tão lindo como esse.
    Demais como sempre.
    Beijos :**

    ResponderExcluir
  12. Tua timidez é tão única, e vc luta contra ela! rs Adoro te ler, adoro ter sua amizade... Parabéns, Carlo, me cativas a cada texto.

    ResponderExcluir
  13. Deixei o acesso ao meu blog apenas à leitores convidados. Gostaria de lhe enviar um convite. Envie seu email do blog para o meu: angelica3292@gmail.com.

    Aguardo retorno!
    Abraço

    ResponderExcluir
  14. aH Carlo, quanto amor !
    gostei do texto, como foi dito acima, não apenas um texto mas uma declaração, uma confissão.

    " Já não estamos no mesmo mundo em que um da vivemos, mas espere, em breve, tenho certeza que tocarei o seu rosto que é tão macio e delicado quanto o seus sentimentos, Emanuelle."

    ResponderExcluir
  15. Esses amores que por bobeira ou qualquer outra coisa a gente perde no meio do caminho. E pensa depois que era mesmo amor e a gente nem sabia.
    Amo os teus textos e tudo o que vem de ti!
    :*

    ResponderExcluir
  16. Amigo!!

    Passando pra desejar um ótimo final de semana e um lindo Carnaval!!

    Divirta-se!!!

    abraço!!!

    ResponderExcluir
  17. Owwun , lindo lindoo *--*

    ot. carnavaal

    :*

    ResponderExcluir
  18. Nossa!
    Quanto tempo que não venho aqui...

    O texto esta de parabéns, como sempre as suas palavras se unem perfeitamente.

    Beijoos'
    Tenha um bom carnaval!

    ResponderExcluir
  19. Ai adorei tudo que li aqui
    :D

    De veras tu manda muito beeem!

    ResponderExcluir
  20. Me sinto emocionada com seus texto belíssimos.
    Sempre encontro pontos em que me identifico.
    Beijo!
    Juliane S. Rocha

    ResponderExcluir
  21. Fikei sumida por uns tempos e agora voltei =]
    e seus textos continuam perfeitos como sempre.
    Muitoo lindo oq vc escreve.

    bjus =*

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.