Minha foto
Palavras são doenças esperando cura. Quando digo o que sou, de alguma forma, eu o faço para também dizer o que não sou.

sábado, 22 de maio de 2010

O esticar da mão.

Ao chegar em casa me tranquei em meu quarto, senti a sua essência tão perto de mim. Sussurrei choros baratos de alguns pratos quebrados pelo chão. Imaginei você aqui, abraçados poderíamos ver que vamos além se estivermos do mesmo lado. Conseguiríamos facilmente fugir de todo perigo e darmos um lindo sorriso sem nenhuma merda de dor para o inferno que é viver sem te sentir por perto. Como se mendigasse seu lindo amor andando em um deserto.

Encostado na janela da condução avistava um avião subindo cada vez mais. Voltava do trabalho e me perguntava como seria a sua recepção ao receber esse rapaz carecido de um amor verídico. Ele sobrevoava minha cabeça e me pedia que entrasse...Mas eu não podia. Eu queria. Que infernos, eu queria. Quis muita estar naquela tripulação e ir ao seu encontro... Não se esqueça: você habita um lugar muito lindo em meu coração. Um parte boa da minha memória de prantos e desencantos.

Esta saudade de um perfume nunca sentido, a necessidade de matar esta ausência de um alguém que nunca esteve por perto... Faz com que, eu, às 3:20 da madrugada pegue o telefone e tente ter coragem de te ligar, de lhe dizer algo bem bonito que tocasse o seu coração...Que fizesse você esticar a mão e me sentir ao seu lado, bem quietinho, te mostrando o meu carinho manhoso e pirracento. O meu melhor momento. As melhoras sensações estão acontecendo quando não podemos nos encostar... Essas que ainda fazem o meu coração disparar enquanto fico com o corpo aqui, meio longe de ti, mas o coração e alma ao seu lado lhe vendo dormir.

I do not know if we go for the hell. I promise that never to leave I go you alone and will always be very well.




Lagos.

25 comentários:

  1. Agente deseja tudo , as vezes eu sinto quase um disispero , sabe .. me tranco no quarto ,choro tbm alguns choros baratos , quebro a casa inteira ma sno fim não era isso que eu relamente queria , um beijo Lagos ♥

    ResponderExcluir
  2. Muito, muito bonito o seu texto.

    Até...
    Karla.

    http://koisascomka.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. É tão triste querer estar com a pessoa amada, dar uma abraço, fazer/dar carinhos, sentir seu perfume e não poder, por tais motivos.. Mais algo verdadeiro espera por vocês. '-' Eu já disse que amo esse seu cantinho ?
    Parabéns Carlos, suas palavras me fazem imaginar como você se sente no momento que está escrevendo.
    muito bom seu texto. (:

    ResponderExcluir
  4. Se a saudade matasse, com certeza muitos de nós já teriamos ido, até mesmo eu.
    E nada pior do que a saudade de um amor.
    Também não existe melhor maneira de colocar isso tudo pra fora, gostei muito desse texto. :D

    ResponderExcluir
  5. Essa vontade, essa necesisdade de preencher os espaços está sempre com a gente. Quando a gente acha o que precisa pra se preencher é tudo, mas quando isso não está ao alcançe das mãos, a gente estica, estica, mas por mais que tente, às vezes não dá.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Necessidade de um toque, de um pequenao toque... De um corpo inteiro! De um abraço antigo que antes fora tao meu, de um beijo doce que dias atras me neguei lembrar e hoje me tras nas lembranças um desespero de viver tudo novamente, de ter tudo de novo! Mas o tempo leva muito do que temos e me perco na insensatez de nao conciliar minhas dores com a monotonia, é triste é doloroso e tudo frio ao mesmo tempo! :\

    Lindo texto querido, beijos (sua admiradora) ♥

    ResponderExcluir
  7. Gostei!
    Profundo e muito bonito, como sempre.
    Sucesso querido!
    Bjs e uma ótima semana pra ti.

    ResponderExcluir
  8. A intensidade dos sentimentos atingiu meu peito e pude sentir daqui que teu coração pulsa de um jeito frenético em busca da permanência fisica de alguém que deixou apenas uma breve essência...


    tão lindo meu amigo, só tenho a agradecer por teres as mais doces palavras, porque sinto como se estivesse aqui pulsando essa tão grande ausência!!!

    Adorei o texto, demaissssssss!!!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Há tantos que procuram por amor verídico. E outros tantos tentando oferecer o mesmo. Feito buquê, eu ofereço minha veracidade a alguém que por muito tempo abriu a porta e recebeu minhas flores do campo - buquê de flores do campo me encanta mais do que rosas -, mas hoje, ele resolveu fechar a porta e o buquê ficou no tapete, encostado no vão da porta...

    ResponderExcluir
  11. seu texto sempre é um transbordar de sentimento. Uma não contida nostalgia, que a gente lê e suspira. Muito bom!

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindo anjo..
    Sei exatamente o que é sentir tuuuuudo isso. O coração fica apertado e dói, dói, dói.
    Um beijo anjo meu.

    ResponderExcluir
  13. Lindo...da pra sentir tudo o que esta escrito aí...aliás, ja senti bem assim...rs
    Sentimentos..ahhh
    Teu blog é um aconchego!
    É como se fosse um abraço, bem apertado!
    Tah lindo demais!
    Beijos guri. ;)

    ResponderExcluir
  14. Esta saudade de um perfunme nunca sentido...
    me senti dentro das suas palavras.

    ResponderExcluir
  15. Texto belíssimo. Sinto no peito suas palavras! Vc tem a capacidade de transmitir o mais fundo da sua alma!

    beijos!

    ResponderExcluir
  16. Amigo, vim reler...


    E novamente me emocionei...

    Um beijo se cuida!!

    ResponderExcluir
  17. Que lindo *-* Como sempre profundo.
    Não há nada melhor que preencher o vazio com o calor dos corpos...
    Tenha um ótimo dia amore ;**

    ResponderExcluir
  18. Lindo, lindo, lindo! E me lembrou um certo torpedo hehehe

    É muito ruim ter essa sensação de saudade do que nunca se teve..

    "Sempre com você."

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. A tua ausência explica essa sensação de vazio oco no peito, volta e escreves. Define tuas palavras que brotam do peito!!

    Não fique tanto tempo longe de teus escritos!!

    adoro-te amigo

    ResponderExcluir
  20. Espetacular a maneira sutil e verdadeira como trasmitistes sentimento de saudade, desejo e amor.


    Gosto das tuas palavras.
    Gosto de tii, meu anjo.

    Beijos,
    nii

    ResponderExcluir
  21. o tempo passa e suas palavras continuam encantadoras. te adoro.

    ResponderExcluir
  22. Acredito que tudo o que eu poderia dizer aqui já foi dito nos comentários que fizeram. Absolutamente maravilhoso. Me encontrei muito nesse texto, me alegrei ao lê-lo. *-*

    Estou te seguindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. O fato que estou sem palavras. Escreves muito bem
    :D

    ResponderExcluir

Pense o que quiser, escreva o que puder, mas, por favor, seja sempre sincero.